25 de jan de 2011

PATIANE "CASCA" na edição de número 112, ano 2005, revista Tribo Skate.


Por: Paulinha Gnomo 

Oi gente! Estava aqui em casa vendo umas revistas antigas de skate quando me deparei com uma capa histórica: A primeira capa de uma skatista mulher na Tribo Skate! A skatista em ação foi a Patiane de Freitas, a sensação do ano de 2004 e 2005. Ela inclusive teve uma participação do vídeo da Villa Villa Cola, onde durante o rolé ela acaba ficando com um super galo na testa ao errar uma manobra casca na pirâmide. Além de capa da edição #112 da Tribo, ela ainda cedeu uma entrevista à revista, que foi realizada pela skatista Karen Jones. Partes dessa entrevista, você confere agora:
Aproveitamos a temporada de Patiana Freitas no Brasil para conversar sobre o lançamento do vídeo de skate feminino Villa Villa Cola, no qual tem parte. Morando há quase 2 anos nos EUA, Patiane fala sobre essa experiência.

Como você se envolveu no projeto do Villa Villa Cola?
Conheci a Lisa Whitaker no Vans Triple Crown da X-box, em Oceanside. Trocamos telefones e começamos a filmar. Todo final de semana eu ia para os picos com ela. E qualquer evento que tinha ela me chamava também.

Sua parte no vídeo ficou como você queria?
Não. Foi meu primeiro vídeo e a gente é meio sem noção na primeira vez que faz alguma coisa. Acho que poderia ter sido melhor, ter mais linhas. A parte ficou pequena. Tive pouco tempo para filmar.

Sua parte no vídeo é notavelmente mais técnica do que das outras meninas. Como foi a repercussão dela nos lugares onde as pessoas estão acostumadas com um skate mais agressivo?
É um estilo diferente, é difícil falar. Juntei o que andava no Brasil com o que aprendi lá. Foi diferente. Quando conheci a Lisa, ela percebeu isso. Dizia que queria filmar comigo, que achava meu estilo diferente das minas de lá. A Amy Caron quando me vê quer sempre brincar de s-k-a-t-e, é da hora. Mas elas não chegavam pra mim e falavam “ô, você anda diferente.” Cada uma tem um estilo. A Amy dá uns bagulhos, a Alex, a Vanessa- que andam muito. A Vanessa mistura mini-rampa, manobra em quarter com trave.




Nenhum comentário: